quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

As tempestades...

As tempestades insistem em me seguir... chuvas de lágrimas, permaneço à sobra de uma vida que não existe mais, o sol não tem me alcançado já há algum tempo.

Sinto falta do calor, dos raios de sol me envolvendo... as tempestades insistem em me seguir e causar frio, medo dos trovões sentimentais que se renovam a cada dia...

As tempestades insistem em me seguir... e mesmo molhada, com roupas pesadas vestindo meu corpo cansado, preciso continuar em pé e de preferência com um sorriso nos lábios.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Só de você...

Como a doce melodia da música eternizada do bom compositor... como o poema mais belo e sensível do grande poeta.

Como a obra literária mais importante na vida de um escritor... assim, exatamente assim, você permanecerá em meus sonhos tão reais.

Aquela música boa de se ouvir em volume alto e que nos faz cantar, de letra doce, firme e intensa... o poema de amor mais lindo e completo, que nos rouba suspiros mesmo escrito em apenas algumas linhas... o melhor livro, daqueles que nos tira o sono, emociona, ensina e desperta a vontade de descobrir o que virá no próximo capítulo.

Como a música, a poesia e um bom livro... assim é você.

Escrito ao som de Maria Rita “Só de você”

sábado, 7 de janeiro de 2012

Sempre continua...

Às vezes por mais que a gente demore chorando no banho, as águas não conseguem diluir toda dor que queremos esconder... por mais que a cama e o travesseiro muitas vezes possam tornar-se refúgio, a gente continua a mercê de tudo que está dentro de nós.

Sonhos sempre existem, mas pode ser que falte força... se houver força, pode ser que falte oportunidade.

O passado pode ser um poderoso aliado, mas pode também te acorrentar para sempre no que não existe mais.

Olhar adiante é fácil, difícil é vencer cada dia sem ter a certeza do que está por vir.

De qualquer forma, a vida continua.